12 de julho de 2011

Transforme seu mundo


O desejo de mudança faz parte da natureza humana. Entretanto, os artifícios utilizados para o processo de transformação variam, conforme a força de vontade.



Há os que querem revolucionar positivamente a própria vida. Mas não têm motivação suficiente: apenas veem o mundo idealizado por eles através da lente de contato, que converte visualizações opacas em imagens aparentemente reais.

Mas existem aqueles cujo desejo não é o limite. Em vez de usarem lentes, preferem ver a sua realidade cruamente, para transformá-la. Afinal, somente aquilo que se conhece verdadeiramente, pode ser alterado.

Na verdade, os “usuários de lentes” são irrequietos. Raramente estabelecem metas. E quando o fazem são impacientes: desconsideram que os projetos são executados não apenas em curto prazo, mas também em médio e longo.

Já os que têm os olhos desnudos são mais comedidos. Sabem estipular metas, trabalhar por elas e esperar pela sua execução.

Quem usa lentes, mascara os fatos: vê uma realidade e vive outra. Por isso, está mais suscetível a tropeços. Já quem enxerga a realidade como ela é, caminha seguro, sem medo, desviando-se dos percalços. (Texto de Valdeir Almeida)

Texto repercutido do post Óticas Olho Vivo – Reclame.

Imagem: stock.xchng

17 comentários

Élys 11 de julho de 2011 11:16  

Creio que a lente dá o tom que se deseja e não aquele que deveria ser. Precisamos mudar, mas com a segurança da realidade.

Trilho, trago e assopro no ar.. 11 de julho de 2011 11:40  

Nossos olhos mudam nosso mundo, consequentemente mudamos o mundo de quem vive a nossa volta.

Gaúcho 12 de julho de 2011 11:47  

Nem toda mudança é positiva. Muitas vezes achamos estar revolucionando nossa vida e estamos sim entrando por uma outra estrada que não nos levará a lugar algum.

As ilusões são muitas, a razão é para poucos.

Abraços do Gaúcho.

Mônica 12 de julho de 2011 13:56  

Valdeir
Transformar o mundo hoje é meio complicado, mas temos que fazer a nosa parte e assim o mundo vai andando bem.
Com carinho sua amiga Monica

Alma Inquieta 12 de julho de 2011 19:54  

Olá amigo Valdeir,

eu estou numa fase de revolução na minha vida... vou aproveitar o que há de positivo e tentar esquecer o menos bom... mas tenho a certeza que sairei dela (da revolução) uma mulher mais forte!
Espero que esteja tudo bem contigo.
Um beijo e saudades de ti.

Prof. Adinalzir 12 de julho de 2011 22:55  

Caro amigo Valdeir
Ainda acho que só iremos mudar o mundo, quando formos capazes de mudar a nós mesmos. Aproveito para agradecer a sua visita ao Saiba História.
Um fraternal abraço!

mfc 13 de julho de 2011 07:05  

Não vale a pena atemorizarmo-nos nem relativizar as coisas!
Elas são como são e assim devem ser enfrentadas!

Mary Miranda 13 de julho de 2011 17:26  

Boa tarde, Valdeir!


É impressionante a quantidade de pessoas que se escondem atrás de lentes de contato!
Mas o problema é que essas lentes não são para melhorar a visão, e sim, ofuscar a realidade de suas vidas...
Acredito que para se mudar uma realidade, é preciso antes reconhecer o território onde se pisa, e se a pessoa não o vê, aí fica difícil! (Impossível, seria o termo correto, é que hoje estou boazinha! rsrsrs)
Quem nunca se escondeu em seu quarto para ficar longe de problemas?
O fato é que cada um tem o seu tempo; uns precisam de dias, outros, meses...
Só sei de uma coisa: que para transformar o meu mundo, basta eu mesma e uma vontade grande para essa transformação!

Excelente texto, querido, como sempre!
(Acabei de me lembrar da mosquinha Camos! Não me pergunte o porquê pois não sei!...rsrsrs Aliás, adoro seus textos naquela linha reflexiva e misteriosa!...)


Beijo grande da Mary pra você! :)

Luma Rosa 14 de julho de 2011 10:19  

Os fracos precisam de escudos e quem somos nós para estipular a lente certa? Talvez seja a nossa lente a errada. Pelo sim, pelo não, sempre opto pelas lentes rosas! Beijus,

Aclim 16 de julho de 2011 14:37  

É gratificante abrir uma página de um Blog e perceber um olhar irrequieto. Este que busca e transmite é o verdadeiro transformador de opiniões. Posso mudar, quem sabe?...rsrsrs

Abraço

Mônica 16 de julho de 2011 19:29  

Valdeir
Força de vontade tem que ser importante nas nossas mudanças do dia a dia.
Tenha um bom fim de semana também.
com carinho Monica

Paulão Fardadão Cheio de Bala 17 de julho de 2011 11:50  

Essas coisas me deixam triste.

Esplendor da Criação 17 de julho de 2011 20:01  

Penso que somos um pouco de cada um dos exemplos aqui citados. Precisamos passar por várias fases para assim nos aperfeiçoarmos. Só depois de algum tempo percebemos que a transformação do mundo começa dentro de si mesmo. Mudar é um desejo nato do ser humano, pois Deus só deu o início, nos criou incompletos para que pudéssemos nos moldar conforme o nosso próprio gosto. Que bom, pois somos construtores do nosso próprio mundo. Bjs.

Edu Lazaro 17 de julho de 2011 21:19  

Sábio post! Deste não vou me esquecer enquanto a memória deixe!

Karine 18 de julho de 2011 00:32  

Obrigada pela visita no meu blog!
Vim conferir seu espaço e gostei muito!
Sigo te lendo!
Bom começo de semana!

Pedro Menuchelli 18 de julho de 2011 13:01  

O importante é sempre saber ver a realidade, contudo, manter os sonhos de forma que eles possam se tornar uma meta. Todo mundo é formado de sonhos e realidades, quem define apenas a proporção somos nós mesmos. Contudo, é preciso lembrar que como você disse, é preciso saber enxergar a realidade para poder lutar por algo real, por algo que existe realmente. O mais importante é não desistir.

Um grande abraço!
Com carinho.

Smareis 19 de julho de 2011 02:04  

Transformar o mundo hoje, é complicado, precisamos de força e vontade,coragem, e isso hoje em dia falta muito. Não desistir é ainda a melhor solução, e tentar sempre é a esperança de uma mudança. Um abraço e ótima semana!

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO