2 de dezembro de 2011

Sua Graça me Basta

O riso é mesmo contagiante. Ele arregimenta seguidores sem necessitar de palavras. Dê gargalhadas à toa e verá que até desconhecidos – apesar de você correr o risco de ser chamado de mal-educado – desencadeará a rir também.

É preferível o riso à tristeza. Aliás, até a tristeza pode saltar de alegria. Rir dos nossos próprios problemas não é desmerecê-los, é confrontá-los e demonstrar que são superáveis.

Profusas pesquisas científicas já atestaram o efeito positivo do riso na saúde física e emocional de quem o pratica. Então, se em suas relações o mau-humor reina, pague para rir um pouco: há salas de cinema especializadas nessa categoria de filmes, e existem teatros que valorizam o humor inteligente. É melhor investir seu dinheiro em algo que desperte seu próprio riso do que – chorando e se iludindo – você o entregue de mãos beijadas aos engravatados dos púlpitos, que gargalham, regozijando-se das ofertas recebidas.

O adágio é indubitavelmente sábio: “Rir é o melhor remédio”. Um remédio produzido pelo próprio organismo humano. É eficaz para combater muitas moléstias físicas. Ótimo para curar males emocionais. Portanto, em diversas situações, o riso já é suficiente, a sua graça já basta (rsrs).

(Texto de Valdeir Almeida)


Imagem: stock.xchng

11 comentários

Élys 2 de dezembro de 2011 14:19  

O riso é contagiante e quando se está rindo tudo em volta é alegria.
Beijos.

J. Neto 2 de dezembro de 2011 15:37  

É isto! rs

Nunca é demais dizer que não é "nada demais" pagar para poder sorrir.

O bom humor dos outros, seja no cinema ou no teatro por exemplo, também nos faz bem. talvez não fosse necessário, mas vivendo num ambiente estressante e tumultuado, pagar para sair e rir um pouco é até uma grande atitude. Nada demais :)

Abraços!

Tsu 2 de dezembro de 2011 21:24  

Oi Valdeir, tudo bom?
Desculpe ter demorado a aparecer em teu blog mas a falta de tempo me impediu. Por sorte, acessei-o agora e fiquei maravilhada com a forma como vc escreve..gostei!
Sabe, um sorriso é o melhor que podemos fazer para nós mesmos, um remédio gratuito.

Ah se possível gostaria de trocar idéias contigo.

ZilMar 3 de dezembro de 2011 13:40  

sorrir...é remédio...e cura....salva...

parabéns pelo texto...me fez um bem enorme...


abraço e carinho...

Zil

Weslley Almeida 3 de dezembro de 2011 15:46  

Val,

Sua brincadeira com a palvra "Graça" conduz o leitor a um outro significado de graça - aquele que é comum a tod@s: aquilo que nos faz rir. Poucas coisas são tão boas quanto uma gargalhada destravada!

Lembrei-me do filme O Palhaço.

Abraço... E vamos rir (inclusive da dor)!

Té!

Mônica 3 de dezembro de 2011 15:50  

Valdeir
E muito bom a gente ter bom humor. A acompanhante de mamae nos cativou por causa disto. Ela sorri o tempo todo.

Agora que sei que fica pertinhod e Salvador, quero conhecer sua cidade.
Quem sabe para o ano?
Um abraço
com carinho sua amiga Monica

Mary Miranda 3 de dezembro de 2011 18:36  

Meu Amigo Xará de Signo!

Valdeir, sou uma dessas risonhas compulsivas!!!! rsrsrs
Alguns me acham uma "boba-alegre", mas até prefiro que pensem isso?!
Detesto ser confundida com "estraga-prazeres", "pessimista", "depressiva", e algo que os valham!
O ditado popular é válido - como bem lembrara você - e devemos tê-lo como "frase de efeito": rir é sempre cura para todos os males!
Você sabia, meu doce, que muitas vezes chorando, ensaiei risos?
Foram risos tristes, doloridos mas, como bem traduz em luz um outro rifão: "Água mole em pedra dura...", assim sucedeu: risos forçados levaram a risos verdadeiros!
Daqui a pouco estava eu gargalhando da própria miséria e vendo a tão cobiçada "luz no fim do túnel!"... kkkkkkkkkkkk

Seria confete dizer que AMEI seu artigo? (Não poderia ser, meu amigo: estamos perto do Natal, e não do Carnaval... rs)

MAGNÍFICO TEXTO, como já é de costume seu nos favorecer!

Grande beijo e um final de semana fabuloso, do tamanho da imensa amizade que temos um pelo outro!!!!

Mary:)

Esplendor da Criação 3 de dezembro de 2011 22:42  

Oi Valdeir.
Verdade, o riso é contagiante e faz um bem danado rir, sorrir, gargalhar. As vezes estou vendo aqueles e-mails que recebemos que no final tem aquele riso imenso, mesmo que seja rindo da minha cara eu rio junto,rsrrsrsr, pois é contagiante. E ainda por cima um remédio muito eficaz, acessível a todos! Então vamos sorrir, um feliz domingo pra você, bjs.

Rute 4 de dezembro de 2011 19:41  

Oi meu querido, que texto contagiante.
O riso é um calmante sem efeitos secundários.

Beijos e ótima semana a vc.

mfc 4 de dezembro de 2011 20:13  

Custa tão pouco... e é contagiante!

José Alencastro 6 de dezembro de 2011 01:52  

Belo conteúdo, convido a conhecer meu blog: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO