9 de setembro de 2009

A lição da água e da pedra


“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”

Quando a água e a rocha dividem o mesmo espaço, parece haver uma briga constante. A rocha até que é boazinha, tem lá suas qualidades. Entretanto, é metida a durona e quer parecer irredutível em suas decisões.

Já a água é a parte sensível da relação. Mas só mesmo na aparência. Força bruta não tem, porém possui uma persistência inigualável. E é justamente isso que a faz forte. Insiste até alcançar seu objetivo, que é moldar a rocha da forma mais conveniente, mesmo que tal feito levem milhões de anos.

Os verdadeiros vencedores possuem a mesma característica da água. Não reclamam da própria sorte, nem se comparam negativamente com quem é visivelmente forte. Os vitoriosos têm na aparente fraqueza aquilo que os leva ao sucesso. (Texto de Valdeir Almeida)

Imagem: Stockvault

21 comentários

james penido 9 de setembro de 2009 22:53  

Belo texto,meu caro.Gostei muito da comparação que você faz no último paragráfo,da água e dos vencedores.Obrigado pelo post e um abraço.

Juliano 10 de setembro de 2009 00:14  

Nossaaa Muito lindo, bela colocação. A água tem na leveza a sua força..!

Abração e boa quinta-feira.!

Ebrael Shaddai 10 de setembro de 2009 09:38  

As pessoas que têm em sua regência zodiacal o elemento Água são assim: comem quieto... mas adoram um desafio, e quando são desafiados não quem os faça desistir. Atente-se ao perfil psicológico de um escorpiano para ver!!

Abraços!!

Ebrael Shaddai 10 de setembro de 2009 09:38  

As pessoas que têm em sua regência zodiacal o elemento Água são assim: comem quieto... mas adoram um desafio, e quando são desafiados não quem os faça desistir. Atente-se ao perfil psicológico de um escorpiano para ver!!

Abraços!!

Alma inquieta 10 de setembro de 2009 12:15  

Valdeir,

mais uma vez parabéns!
Os verdadeiros vencedores são aqueles que quando a vida os derruba se reerguem e tiram ensinamentos dessa queda, em vez de se fazerem de coitadinhos!

Um beijo.

10 de setembro de 2009 16:50  

Oi Valdeir! Antes de qualquer coisa: muito obrigada pela retribuição e o carinho nos meus comentários.
Sobre esse texto: maravilhosa metáfora e adoro ler assuntos que nos impulsionam, pois, bem sabemos que "ladeira abaixo todo santo ajuda" (só para não sair dos bons, sábios e velhos ditados que eu adoro!rs). Ah! Tem selo pra você, ok? Bjins e até!

Luis Fabiano 10 de setembro de 2009 18:25  

Olá, Valdeir, obrigadão por ter passado no meu blog. O livro é bem bacana, cheio de histórias deliciosas, vc vai gostar. Apareça sempre que puder. Abração!

Cristiano Contreiras 11 de setembro de 2009 00:21  

Aqui sempre pleno em poesias e sentires, abraço!

11 de setembro de 2009 18:03  

Os vitoriosos têm na aparente fraqueza aquilo que os leva ao sucesso.
Lindo isso, que bela reflexão.
Beijos de bom fim de semana meu querido amigo!
Rô!

Anônimo 11 de setembro de 2009 18:20  

Lúcido texto Val...!
É preciso mesmo aprender a ser firme como as rochas e flúido como as águas...
Weslley

Conceição Duarte 12 de setembro de 2009 13:15  

Sim meu querido, precisamo conservar tudo!!! Passei somente pra agradecer e diaer que estou correndo para o parque do Mickey!!!! Logo volto e entro na vida normal.... MUitos bjs CON

E.Suruba 12 de setembro de 2009 13:40  

Insistir é tudo!
tem que persistir
persistir
belo txto

Neto 12 de setembro de 2009 15:12  

Sou água em meus relacionamentos, mas bastante focado em meus objetivos. Penso que, isto, é o que me faz chegar às metas e conquistas de tudo o que busco.

Belo texto Valdeir!
Fico feliz que tenha voltado a blogar. Sempre visito aqui para ver se tem um post novo e, por vezes, vou lendo os do arquivo. É bem difícil mesmo trabalhar offline e se manter ativo no blog. Eu também tenho essa dificuldade muitas vezes.

Obrigado pelo comentário sobre o texto da Patty (ela é uma pessoa sensacional!)... aproveito para avisar que tenho um banner novo no blog agora para linkar, e vou levar o seu tambem.

Abraços amigo, e fique com Deus!

mário 12 de setembro de 2009 21:08  

Olá.

Acho que em tudo isto existe aceitação e persistencia.
Da pedra (Aceitando) a agua; e da agua insistindo sempre na pedra.(Persistencia)
Falei,e disse?

Abraços.

Elaine dos Santos 12 de setembro de 2009 23:32  

Texto inteligente, sensível, "real"... nada se conquista na força (ou quase nada, afinal as mulheres nos tempos das cavernas não teriam a mesma opinião), é preciso ter persistência, dedicação e, importante, como a água, moldar-se às situações sem jamais perder a essência.
Parabéns :)

Cristiane Marino 13 de setembro de 2009 00:30  

Olá Valdeir!

Gosto de vir aqui me esbaldar em sua inteligência e criatividade.
Adorei seu texto, cada um de nós temos um jeitinho só nosso de lutar e atingir nossos objetivos.
O importante é a perseverança e a fé!

bjinhosss

Catarino 13 de setembro de 2009 11:44  

Muitas pessoas querem resultados imediatos, mas temos que ser como a água, trabalhar com calma até obter o resultado esperado.

HSLO 13 de setembro de 2009 18:08  

Bela lição...adorei o texto amigo.


Show.

te desejo uma ótima noite,



abraços


Hugo

Sissym 13 de setembro de 2009 21:53  

Valdeir, obrigada por seu belo comentário. Coincidência... venho agradecer e encontro uma matéria que combina com as páginas viradas da vida.

Bjs

Luna Gandra # 14 de setembro de 2009 23:35  

Nossaaaaaaa, a d o r e i !



ps; um selo no meu blog pra você

Vidal 15 de setembro de 2009 13:51  

Meu amigo, uma liçao profunda e essncial pra vida abundante, e passada de uma maneira bem simples.

Adorei seus últimos textos.
Abraço!

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO