Mulheres que veem novelas têm menos filhos, diz pesquisa.

Há alguns meses, o IBGE apresentou nova pesquisa confirmando a tendência de as mulheres terem menos filhos. No mesmo período, vimos a Rede Globo novamente assustada com outra tendência, a de queda de audiência de suas novelas.

Esses dois fatos correlacionados contrariam a pesquisa feita recentemente por um instituto inglês. Segundo o instituto, as mulheres estão tendo menos filhos, porque “imitam” as famílias pequenas vistas nas telenovelas.

Ora, a taxa de natalidade está diminuindo na mesma medida em que a audiência das novelas televisivas está caindo. Portanto, caso a pesquisa se confirmasse, o Brasil iria sofrer de explosão demográfica sem precedentes.

Na verdade, as razões para a queda de natalidade são outros, como: o aumento do uso de métodos contraceptivos; a prioridade da mulher pela carreira profissional e, sobretudo, o custo alto para dar um bom sustento ao filho (opta-se por ter menos).

12 comentários:

  1. As suas observações são interessantes e concordo plenamente, creio que as novelas não influenciam no controle da natalidade como diz a pesquisa, pelo menos no Brasil creio que não.

    ResponderExcluir
  2. Também acho que as novelas nada tem a ver com isso.

    O principal responsável por essa mudança é informação, conhecimento faz toda a diferença.

    Quanto as novelas se dependesse de mim a Globo não emplacava nenhuma delas, ô coisinha que não tenho saco para assistir.

    beijos

    ResponderExcluir
  3. João Alberto e Lurigão,

    Se a TV tivesse tanta influência assim, o Brasil seria uma nova China.

    Esse instituto é mais um daqueles que não conhecem a realidade brasileira e fazem pesquisas sem nenhum embasamento sociológico.

    Obrigado pelos comentários.

    ResponderExcluir
  4. Pergunto: o BBB não seria um grande estímulo à putaria? Tá de sacanagem que o que passa na TV (na Globo) tem alguma influência sobre a queda das taxas de natalidade. Isso é ridículo. Pra mim TV deveria ser sinônimo de cultura, conhecimento, meio a meio com o entretenimento (de bom nível é claro... não essa porqueira de BBB)

    ResponderExcluir
  5. Miguel,

    Concordo contigo. E o pior é que, embora sejam empresas, as emissoras de TV são concessões públicas, o que significa que deveriam apresentar uma programação com um nível muito melhor do que se tem hoje.

    Quanto ao BBB, é o esterco da TV brasileira. Sinônimo da rede Globo.

    Obrigado por comentar.

    ResponderExcluir
  6. Olá, essa pesquisa não deve ser leva a sério. As mulheres pobres são as que mais assintem novela e hitóricamente são as que mais têm filhos. Eu acho que os fatores que influenciam a mulher não ter filho são diversos, entre os quais se encontram o que você mencionou no seu texto.

    Abraço

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  7. Valdeir, não acredito que as novelas sejam responsáveis por tal mudança de comportamento. Acredito, sim, no esclarecimento sobre métodos de planejamento familiar.

    Obrigada por visitar meu blog. Boa semana!

    ResponderExcluir
  8. Francisco,

    Você lembrou bem: as mulheres que assistem a novelas pertencem às classes mais pobres.

    Mais um argumento contra essa pesquisa.

    Valeu pelo comentário.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Andréa,

    Com certeza, o planejamento familiar foi o grande responsável pela queda da taxa de natalidade.
    Por isso, ainda me pergunto por qual motivo há determinadas correntes religiosas que são contrárias a esse método.

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  10. Hehehe...
    Que interessante!
    Não tinha notado isso.
    =)

    ResponderExcluir
  11. A medida que as mulheres aumentaram seu nível educacional e melhoraram suas condições de carreira começaram a ter menos filhos. É resultado da própria evolução de nossa população.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.