14 de novembro de 2011

EdMunda é a Nova Helena de Manuel Carlos

EdMunda está toda prosa: interpretará a próxima Helena da novela de Manoel Carlos. Assim, ela inaugurará uma nova era na TV brasileira: a participação de mulheres-cobra em folhetins das nove.

O interesse de Manuel Carlos surgiu após o novelista assistir ao episódio A EnCABULAda da Liberdade, da série As Soteropolitanas, estrelada pela Serpente do Gênesis – ou seja, EdMunda em pessoa.

Agora, EdMunda está mais convencida do que nunca. Já vislumbra o glamour de ser uma celebridade. Imagina-se contracenando com José Mayer, deixando de lado o beijo técnico para tirar uma casquinha desse seu par romântico. A venenosa está sonhando também com os produtos que irá licenciar após seu sucesso estrondoso como protagonista de novela. Um dos itens, é a boneca Edmunquete que, decerto, venderá como água.

Até o inconveniente da fama, EdMunda já está considerando: será perseguida pelos paparazzi quando for passar as tardes em Itapuã. Mas fazer o quê, é o preço que se paga pelo sucesso! Seu maior receio, porém, é ter sua vida devassada numa biografia não-autorizada. “Entretanto”, almeja ela, “será bom, porque ganharei uma gorda indenização com processo que irei mover contra quem se atrever a fazer isso”.

Finalmente, chegou o primeiro dia de gravação da novela. Na cena, EdMunda, no papel de Helena com sotaque baiano, enfeitiça o personagem interpretado por José Mayer, que a beija na boca. Mas, de repente, EdMunda acordou. Era tudo um sonho. E a boca que esta cobra beijou foi a do dentista que, temendo ser picado durante o procedimento dentário, havia aplicado na víbora uma anestesia geral. Pobre dentista, sobreviverá ao beijo envenenado?
(Texto de Valdeir Almeida)
 

Imagem: stock.xchng

8 comentários

Mary Miranda 14 de novembro de 2011 15:10  

Ah, que "pegadinha", Valdeir!

Até estava acreditando nessa história de Edmunda na novela das 9h!...
Pô, se ela fosse, não iria perder um capítulo! kkkkkkkkkkk
(Você sabe que cobras em novela dão o maior ibope, né?)
Sobre a pergunta final, se irá o dentista ou não sobreviver, deixe o suspense para o próximo capítulo!... (Quem matou Norma? rsrsrs

Beijos, querido!

Mary:)

Prof. Adinalzir 14 de novembro de 2011 16:07  

Prezado Valdeir
Muito bom o humor do texto. Coisa que só mesmo os grandes escritores conseguem. Meus parabéns pelo excelente post!
Abraços fraternos!

Imac by Artes 14 de novembro de 2011 18:23  

Olá Valdeir!
Que texto gostoso de ler...
Achei que era real,já estava até imaginando
como seria a novela. Muito legal!
Abraços! Um feriado abençoado pra ti.

VELOSO 14 de novembro de 2011 18:55  

Edmunda é o cara!!!

Rute 14 de novembro de 2011 19:16  

Que postagem maravilhosa querido, amei ler.

Hein já pensou publicar seus transcritos?
Beijos, Valdeir, ótimo feriado a vc.

Neto 14 de novembro de 2011 19:26  

Há muitas EdMundas por aí, e todas - com licença da palavra - sem caráter algum. todas "imundas" rs

Abraços, amigo!

Ps: lhe enviei um email.

Berzé 14 de novembro de 2011 23:46  

Fiquei fregues. Tem uma calma/humor esse seu texto que faz bem.
Abração!
Berzé

mfc 15 de novembro de 2011 15:36  

Coitada da EdMunda... até no sonho tinha cáries!!

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO