15 de outubro de 2010

Dia do Professor – 15 de outubro – reflexões


Dentre os diversos perfis atribuídos aos professores, três se DESTACAM:

1) Professores que cogitaram, um dia, seguir a carreira docente. Chegaram a cursar faculdade de Licenciatura. Preferiram, porém, não encarar a “missão”. Escolheram outra profissão. (Na verdade, este é um não-perfil).

2) Professores que têm na docência a única alternativa de ganha-pão. Não gostam de lecionar, mas como não possuem outra formação fazem do trabalho um calvário diário. São profissionais estáticos, improdutivos: não evoluem na carreira nem lutam para exercer outra atividade não relacionada à educação. Caracterizam-se, também, pelo mau humor constante e pela degradante atuação em sala de aula.

3) Professores apaixonados pela profissão. Vão para a sala de aula com gosto. Mas precisam enfrentar o ambiente hostil da escola (pública, principalmente) e o sistema educacional como todo. Geralmente, alçaram níveis maiores, como Especialização e Mestrado. Justamente por isso – e por gostarem do ofício – sentem-se frustrados; e para eles, a possibilidade de mudar de área não lhes é remota.


Foi um profissional com o perfil apresentado em 3) que protagonizou o seguinte episódio:

Aluno – Professor, o senhor está com um aspecto de cansado.
Professor – E estou mesmo.
Aluno – Ser professor não é fácil, né? Mas eu acho que o senhor se cansa, porque, na verdade, age como se fosse nosso pai.
Professor – Eu tenho uma postura de professor, não de pai. Vocês, alunos, é que possuem um conceito distorcido da palavra professor, porque têm contato, geralmente, com professores que não se comportam como tais. Ser pai é uma coisa, ser professor é outra, embora o afeto esteja presente na nossa relação com o aluno.
Aluno – E como a gente pode chamar seus colegas que fingem ser professores?
Professor – Eu sei que nome dar a eles. Mas a ética não me permite.



FELIZ DIA DO PROFESSOR...


Ao mestre dedicado e profissional que não se curva ao imaginário do sacerdócio,

Ao apaixonado pela profissão,

Ao que tem esperanças,

E ao que já perdeu todas as esperanças
.

(Texto de Valdeir Almeida)


Imagem: Google Imagens



Continue Lendo

7 de outubro de 2010

Margarina Sabor Veneno (com Edmunda e Dolores)



Edmunda e Dolores (irmãs de sangue e de maldades) agora enveredam para a publicidade. Recentemente, atendendo a convites, estrelaram o clássico comercial de margarina.

O resultado foi satisfatório: sentadas à mesa repleta de guloseimas, as irmãs empastelavam o pão com a mesma alegria de quando atacam suas presas. Os sorrisos eram largos e brancos (como num reclame de pasta dental).

Coitado do anunciante da margarina. Mal sabe ele que associar qualquer produto à imagem de Edmunda e Dolores é prejuízo na certa. Elas são dissimuladas, insolentes, maquiavélicas: cobras.

Por isso, cuidado quando você for à casa delas; não coma nada, nem mesmo um fio de margarina: pode estar ali uma dose de veneno.


Texto com conteúdo integralmente fictício




Continue Lendo

4 de outubro de 2010

O que é Amizade Pura


Felizmente, temos a liberdade para escolher nossos amigos. E para manifestar nosso afeto muito além dos vínculos de parentesco.

É na ausência do ambiente familiar que a amizade se apresenta da forma mais pura e voluntária. Pura, porque está destituída de outros sentimentos que originam a obrigatoriedade do afeto. Por exemplo, numa casa, seria inviável a convivência entre irmãos, se a amizade não estivesse presente. É ela que dá a dose para que haja harmonia. Por isso, fica a dúvida: se eles não fossem irmãos, um dia chegariam a ser amigos de maneira voluntária?

Obviamente, todos querem que seus cônjuges, pais, irmãos sejam também seus amigos. A amizade, porém, mostra sua força fora desse cenário. Duas pessoas sem laços familiares poderiam seguir caminhos opostos diante do primeiro desentendimento; mas quando são amigos de verdade, permanecem unidos, superando qualquer divergência.


Mas há exceções, como a que relatei em outro post.




Continue Lendo

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO