13 de novembro de 2010

O preconceito sob novos nomes


Agora, por convenção e conveniência,


Deficiente físico é portador de deficiência,


Empregada doméstica é secretária do lar,

Negro é afrodescendente,

Terceira idade é melhor idade.

Favela é comunidade.


Mudam-se os nomes, mas o preconceito continua subjacente.


Texto de Valdeir Almeida

68 comentários

Prof. Adinalzir 13 de novembro de 2010 21:46  

É a velha história do preconceito sob uma ótica maquiavélica. Será que eu exagerei? Rsrs.
Um grande abraço e um ótimo feriadão!

Mente Hiperativa 13 de novembro de 2010 22:02  

Poisé, muitas vezes eu me pergunto se adianta, se suaviza.

Quando fiz um curso de libras eu aprendi logo que eles gostam de serem chamados de surdos, eles se identificam com esse termo, e mais nenhum, nao gostam de outros nomes.

Eu,como estudante de medicina, não posso tratar o paciente por 'aleijado' ou 'ceguinho'... Eu devo usar esses termos "politicamente corretos". Mas na real, eu penso que o valor que damos vale bem mais do que uma denominação, do que um nome.

Paulo Francisco 13 de novembro de 2010 22:07  

E têm muito mais...Um abração!

Carmem L Vilanova 13 de novembro de 2010 22:54  

"Mudam-se os nomes, mas o preconceito continua subjacente"... exatamente o que eu ia dizer...
Beijos, flores e muitos sorrisos!

LILIANE 14 de novembro de 2010 00:28  

talvez seja uma maneira mais fácil de ser hipócrita.
estarei certa?
abraço querido Valdeir

"Política sem medo" 14 de novembro de 2010 01:07  

Sabe Valdeir, aqui no Canada nao existe preconceito de cor, raca, credo, idade ou deficiencia. Todos convivem numa boa. Outra coisa, voce pode se vestir de qualquer modo que ninguem olha diferente. Quando a pessoa esta muito idosa e precisando de cuidados, ela mesma vende sua casa e vai para um apartamento, tranquilo onde tem os cuidados diarios por parte de um profissional. Ninguem acha que a familia e relapsa, nem nada. E eles vivem muito bem ali. Nao deixam de passear, receber visitas, dirigir, ou ir ao cassino ou a igreja e ao clube e visitar a familia, tem sempre um salao, onde eles se reunem, no condominio mesmo. Podem ter seu gato ou seu caozinho. Se nao podem andar tem uma cadeira motorizada com todos os equipamentos e por ai vai...Gosto de contar essas coisas querido professor porque acho que todo pais merecia ser como o Canada, e olhe que aqui tem 3 meses de neve. Abracos, meu amigo.

•*♥*• Sanzinha •*♥*• 14 de novembro de 2010 10:46  

É apenas uma maneira velada de a sociedade poder referir-se a essas fatias excluídas sem causarem choque a si mesmos.
Nossa sociedade é hipócrita, Valdeir. E sempre será. Infelizmente.

Beijo grande e linda semana pra vc!

Rute 14 de novembro de 2010 11:04  

Bom dia Valdeir, os nomes podem serem mudados, mas a forma de agir e pensar das pessoas sobre os mesmos, não mudam em nada. O que é uma pena, que país é esse que vivemos , onde preconceitos imperam, mesmo sendo velados?

Que país é esse que vivemos onde um negro sempre tem que dar explicação por estar com o carro do ano, porque podem achar que roubou, e não porque esse estudou, trabalhou para conseguir tal beneficio?
Que país é esse que pessoas que moram em uma favela, agora chamada de comunidade, só moram pessoas más por lá?
O que é mentira
Que país é esse, onde preconceitos existem por todos os lados, muitos não assumem, para não ser julgados pela minoria. Mas quando se encontram em um determinado grupo , extermina todo o seu preconceitos com os demais.
Esse é um país meu amigo, que um dia tenho esperança, que parem de tampar o sol com a peneira e realmente assumem.
Que país é esse?
Cheio de preconceitos, ou um país aonde a maioria da massa, não sabem o que é palavra respeito?
(Rute Beserra)

Beijos querido, ótimo domingo a vc.

brasildobem.net 14 de novembro de 2010 13:47  

O que adinata arranjar novas terminologias e não tratarem as cabeças?
Abraços!

Paulo Medeiros 14 de novembro de 2010 16:45  

...e haja eufemismo pra tudo isso!!!!!
Abraços Valdeir.

Marise von 14 de novembro de 2010 17:06  

...tudo para suavizar.
Para não gerar questionamentos, tudo perfeito.
ou será algo bem mais profundo?
Algo bem maquiavélico, como comentou a Prof. Adinalzir?
É necessário ficar atento...
...a verdade está bem mais perto do que imaginamos.

Abraços,
Marise.

Weslley Almeida 14 de novembro de 2010 18:38  

A questão da nomenclatura, ao meu ver, é importante para extrair o preconceito no âmbito linguítico. Entretanto, não será muito proveitoso se, na sociedade (trabalho, escola/universidade etc) a pessoa que porte alguma necessidade especial for tratada de forma inferiorizada. Portanto, são imprecindíveis políticas públicas concretas ( e não só nos papéis) que façam valer a justiça e a igualdade.

Judite 14 de novembro de 2010 19:22  

Boa noite, Valdeir

O preconceito nunca saiu do meio de nossa sociedade.
De tempos em tempos trocam-lhe os disfarces, mas ele está sempre lá.
Triste isso.


Linda e abençoada semana pra vc!
Deus seja contigo.

http://www.youtube.com/watch?v=iXc-zCwvn5k

Liene 14 de novembro de 2010 20:04  

Olá Valdeir...

Essa atitude só reforça o preconceito. A essência discriminatória continua a mesma. Infelizmente é a realidade.

Te desejo uma semana repleta de bençãos!

A paz esteja sempre contigo!

Um abraço fraterno

Marcio Nicolau 14 de novembro de 2010 23:01  

eufemismos, você tem razão.

Parabéns, o alerta é importantíssimo.

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ 14 de novembro de 2010 23:45  

Bom dia amigo,

Passei para te desejar uma ótima semana.

Fica com Deus e tudo de bom pra ti.

Abrços.

FMF 15 de novembro de 2010 07:11  

A verdade é que nos dias que correm tanto se é preso por chamar as coisas pelos nomes como por se aplicar eufemismos, mesmo com boas intenções. É uma paranóia.

Catarino 15 de novembro de 2010 17:35  

Mudam os nomes para parecer que o preconceito acabou.

Carolina 15 de novembro de 2010 19:59  

Pois é,tantas atitudes mudaram a roupagem.
Anota aí:puxa saco agora chama-se político.É por aí vai...

É o fim da várzea.

bjos

Mari Amorim 15 de novembro de 2010 20:19  

Que Deus te abençoe com bençãos sem medida!
Sejas feliz neste dia e em todos os demais,boas energias!
Abraços,
Mari

Ebrael 15 de novembro de 2010 21:21  

Preconceito é igual Coca-cola: mudam os rótulos, mas ponha um pedaço de seu fígado nela, pr'ocê ver o que acontece...kkk
Abçs!

O Leão da Montanha 15 de novembro de 2010 21:43  

É a pura verdade. Talvez seria melhor manter o nome e não ter preconceitos. Seu blog está muito legal. Parabéns.

Estou te seguindo. Me segue também?

abraços e fique com Deus

Wanderley Elian Lima 16 de novembro de 2010 10:39  

Olá amigo
As únicas coisas que acabam com o preconceito, são a educação e a humildade para reconhecer que somos todos iguais, e temos os mesmos direitos.
Abração

Carmem L Vilanova 16 de novembro de 2010 11:24  

Amigo,

Vim agradecer a visita e completar o comentário que já fiz anteriormente e dizer que "a verdadeira deficiência está no coração"... se nossos corações não fossem tão implerfeitos, não veríamos a coisas como as que comentas neste teu post.
Uma vez mais, parabéns!

Beijos, flores e muitos sorrisos!

•*♥*• Sanzinha •*♥*• 16 de novembro de 2010 15:29  

Oi, Valdeir!

Estou organizando um amigo secreto de livros no Universo Literário.

Vamos participar?
Vai ser legal!
Corre lá!

http://universoliterario1.blogspot.com/

Carlos Augusto Matos 16 de novembro de 2010 18:29  

É a mais pura verdade... Fazer o que, o homem preconceituoso é mais tolo de todos...

Abração...

Neto 16 de novembro de 2010 19:25  

Essa é apenas mais uma forma encontrada de ocultar o preconceito, pois, na verdade, ele tem muitas faces e muitos nomes. Muitos.

Recentemente, eu tambem escrevi sobre o preconceito contra os nordestinos no twitter.

Abraços

Roberto Hyra 17 de novembro de 2010 12:40  

Eufemismos, apenas eufemismos.

Daniel 18 de novembro de 2010 13:14  

É verdade... A mais pura verdade! Tem texto novo no Sub Mundos. Bjus.

http://submundosemmim.blogspot.com

Daniel 18 de novembro de 2010 13:17  

PS: Substitua o bjs pelo abraço rsrs. É que é mensagem padrão, e aí ja viu, as vezes esqueço de substituir rsrs Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

Pérola Anjos 21 de novembro de 2010 12:44  

Um preconceito maquiado, não assumido, mas extremamente cruel, raivoso, lobo em pele de cordeiro, que grita por dentro de quem se acha superior. Grandes hipócritas!

Qualquer forma de preconceito só mostra a pobreza do ser que lhe sustenta.

Beijos!

Saulo Taveira 21 de novembro de 2010 13:36  

Eufemismo para o óbvio!

Quando pararemos de tapar o sol com a peneira?

Abraço. Bom domingo!

Marcio Nicolau 25 de novembro de 2010 06:58  

escrevi a respeito disso. E claro, me remeti a estas tuas palavras novamente.

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ 26 de novembro de 2010 14:38  

E agora passando pra te desejar um final de semana abençoado, meu amigo!

A paz esteja contigo

Márcia Dayane 27 de novembro de 2010 12:27  

O mundo precisa é de igualdade, de amor e compreensão!

Danilo Carvalho 27 de novembro de 2010 23:10  

Infelizmente isso ocorre.

e, talvez, sempre o foi quando uma dada classe dominante
nescessitou legitmar seu domínio.

é preciso estarmos de lanternas acesas.

Abração Valdeir!

Janaina Cruz 1 de dezembro de 2010 14:31  

O preconceito disfarçado de palavras amenas é muito mais cortante e perigoso...
Sigo-te.

•*♥*• Sanzinha •*♥*• 2 de dezembro de 2010 14:49  

Valdeir, vc tá sumido.

Tudo bem com vc? Espero que sim.
Escreve pra gente pra dar notícias.

Beijo no coração!



Ps: Quer ganhar livros? Tem duas promoções rolando no Universo Literário. Passa lá:

http://universoliterario1.blogspot.com/

Juliana Carla 12 de dezembro de 2010 20:10  

Valdeir,

Essa é a fotografia da vida. Mas, os registros permanecem. É só ter o seu olhar.

Bjuxxx e xeroo

•*♥*• Sanzinha •*♥*• 14 de dezembro de 2010 18:26  

Oi, Valdeir!


Vim avisar que estou saindo de férias do Jardim e que só volto no mês que vem.
Desejo que seu Natal seja abençoado e repleto de paz, e que Deus lhe abençoe constantemente no ano de 2011.

Deus seja sempre contigo!
Um beijo no coração!

http://www.youtube.com/watch?v=aiE5wJjwn68

Leonardo Oliveira 16 de dezembro de 2010 08:29  

É isso mesmo. Estamos em tempos do "POLITICAMENTE CORRETO". Abraços.

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ 16 de dezembro de 2010 12:09  

Caro Amigo,

Natal é amizade.
A harmonia nos une como uma família presente.
A vida é muito especial como o amor da paz e da fé.
Dê o melhor, para obter o melhor
Amor e paz ... não importam os diamantes, a pedra mais valiosa é o AMOR!
Feliz natal e um ano novo repleto de felicidade, amor e paz.
Abraços !

Deus seja contigo.

Prof. Adinalzir 21 de dezembro de 2010 21:23  

Seus textos como sempre muito bons e relevantes, um verdadeiro trabalho de utilidade pública! Aproveito para desejar que a magia da noite de Natal transforme todos os sonhos em realidade. Feliz Natal e que estejamos juntos mais uma vez em 2011!
Um grande abraço! :)

Marise von 24 de dezembro de 2010 05:00  

Estimada Amigo Valdeir e Família,

A frente de qualquer palavra que expresse seu desejo de um feliz Natal, o
encontre em suas ações.
Lembre-se, então, de agradecer por ser uma pessoa privilegiada em meio a um
mundo tão contraditório e sinta o mistério grandioso da vida, que renasce
junto com cada ano.
Então festeje...festeje o ano que acabou não apenas como dias que se
passaram, e sim como mais um trecho percorrido na estrada da sua vida!
Festeje a alegria que lhe extasiou e a dor que lhe fez crescer!
Festeje pelo bem que foi capaz de fazer e pelo mal que foi capaz de superar!
Festeje o prazer de cada conquista e o aprendizado de cada derrota!
Festeje por estar aqui!
Festeje a esperança no ano que se inicia, no amanhã!
Festeje a vida!
Abra os braços do coração para receber os sonhos e expectativas do ano novo.
Rodopie...jogue fora o medo, sinta a vida!...
Sonhe, busque, espere... ame e reame!
Deixe sua alma voar alto...pegar carona com os fogos coloridos.
Mentalize seus desejos mais íntimos e acredite: eles também chegarão ao céu.
Irão se misturar às estrelas, irão penetrar no Universo e voltarão cheios de
energia para tornarem-se reais.
Basta você querer de verdade, ter fé e nunca, NUNCA desistir deles!
E que seu ano seja, então, cheio de bênçãos e realizações.
Vamos comemorar a vida, a família, os amigos e os nossos ideais.
Que você possa fazer deste dia... todos os dias da sua vida.
Que a paz possa reinar... eternamente em seu coração...
Deixando que a alegria... se manifeste em todos os momentos da sua vida.
São os meus sinceros votos...
para você neste natal!!!
Que o espírito de Natal desperte em você a emoção de viver
Não permita que o Natal seja apenas a ilusão de uma noite
Espalhe durante toda a sua vida a luz da solidariedade

FELIZ NATAL E UM ÓTIMO ANO NOVO!!!!!!!!!!!!

Abraços,
Marise

Miguel Loureiro 24 de dezembro de 2010 06:26  

Bom Natal

Du 25 de dezembro de 2010 14:45  

Seja no Natal ou em qualquer outra data, devemos sempre sentir a presença de Deus em nossos corações. Neste ano que passou, apesar de tudo que sofri, sempre senti que Ele me carregava no colo quando eu achava que não podia mais seguir meu caminho. 2010 foi o ano mais difícil de toda minha vida, mas ao mesmo tempo, foi o ano em que tive provas de que verdadeiras amizades ainda existem e que Deus nunca nos desampara. Talvez por isto eu tenha conseguido meu emprego tão sonhado, depois de tantas batalhas, internas e externas...

"Girando o mundo nos guia à poesia dos dias, seja com o sol, seja com a lua, ela é tua... a felicidade está em ti."

(postei esta frase no twitter quando senti que o sorriso é como uma cura... e foi. mudei minha atitude diante dos fatos e meu pensamento atraiu energias positivas)

Sou agnóstica, só pra constar, acredito em energias positivas que posso chamar do que eu quiser, inclusive de Deus, até para uma maior compreensão dos que lêem e tem outras crenças... ou até pra quem não tem nenhuma!

Beijos n'alma amigo, e que sejam felizes todos os teus dias, inclusive o de hoje!

Lugirão 26 de dezembro de 2010 09:31  

POis é, o preconceito faz parte do ser humano desde sempre.

Até quem levanta bandeiras muitas vezes se contradiz...

Quanto a esses comportamentos chamados "éticos" eu chamo de hipocrisia.

A palavra pesa dependendo de como for usada, um negro ser chamado de negão, preto, afrodescendente, o tom é que faz a diferença.

Feliz Ano Novo para você e os que passam por aqui!

Silenciosamente ouvindo... 27 de dezembro de 2010 07:17  

Vim apenas desejar o melhor ano de 2011 para todos.
Não esqueci este blogue.
Boa sorte e saúde
Beijinhos

pensandoemfamilia 27 de dezembro de 2010 20:22  

Passei para desejar Feliz passagem de ano e ageradecer sua participação no meu espaço este ano.
Volte sempre

Sandra 30 de dezembro de 2010 23:38  

DESEJO A VC UM LINDO E FELIZ ANO NOVO.
QUERO BRINDAR CONTIDO NOSSA AMIZADE, PARA O PROXIMO ANO.QUE SEJA REPLETA DE ALEGRIA.
QUE O ANO NOVO SEJA REPLETO DE ALEGRIA, SAUDE, ESPERANCA, SUCESSO, TERNURA, REALIZACAO.
QUE TODOS OS OSSOS SONHOS SE TORNEM REALIDADES..
BRINDAMOS COM MUITO CARINHO O ANO NOVO QUE ESTA QUASE INICIANDO.
QUE NO PROXIMO ANO POSSAMOS ESTAR SEMPRE ASSIM, BEM JUNTINHO E COMPARTILHANDO FORTES EMOCOES...CARINHOS E AFETOS..
UM BEIJO FORTE NO SEU CORACAO E UM GRANDE ABRACO..
SEJA FELIZ. DESEJO TODA A FELICIDADE DO MUNDO PARA VOCE...
PECO DESCULPA PELA CONFIGURACAO DO PC. MAS O MAIS IMPORTANTE O QUE POSSAMOS TRANSMITIR COM O CORACAO, AMOR...TRABALHO...ALEGRIA..
COMPREENSAO..PAZ, E MUITO EMUITO MAIS..


FELIZ ANO NOVOOOOOOOO!!!!!!
QUE 2011 SEJA MUITO MAIS QUE O ANO QUE ESTA SE FINDANDO.
CARINHOSAMENTE
SANDRA

Miguel Loureiro 31 de dezembro de 2010 16:09  

Bom Ano!

Herval Candido 1 de janeiro de 2011 23:01  

Caro amigo Valdeir,

O importante mesmo é nos despirmos de todo e qualquer pré-conceito. Gostei muito da sua reflexão que nos convida a fazer o mesmo. Quanto a nós, sei que não nos visitamos faz tempo...Quando puder, visite meu novo site http://hervalfilho.com
Seu banner continua lá enriquecendo meu espaço.
FELIZ 2011!
Herval

Juliana Carla 2 de janeiro de 2011 16:52  

✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

Bjuxx e xeroo

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com

Rute 2 de janeiro de 2011 22:57  

"Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente
cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é
uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus."

Feliz Ano Novo a vc e sua familia. Beijos

Luma Rosa 2 de janeiro de 2011 23:37  

Valdeir, esperando que você retorne em breve à blogosfera. Está fazendo falta!! Feliz ano novo!!

Daniel Savio 7 de janeiro de 2011 00:25  

Infelizmente, continua este preconceito que temos, mas como foi as festas para ti menino?

Foi tudo tranquilo?

Espero que sim.

Fique com Deus, menino Valdeir.
Um abraço.

Thaíza 10 de janeiro de 2011 11:03  

Oi, passando pra desejar muitos dias felizes neste ano novo.

C. 13 de janeiro de 2011 11:37  

É mesmo, e desde que o mundo é mundo... infelizmente!
Feliz 2011!

Ebrael 22 de janeiro de 2011 22:06  

O tom da voz e o brilho (ou opacidade) do olhar diz com que sentimento falamos algo. Tenho vários amigos aos quais, a cada um, chamo de "negão". Não considero isso preconceito nem injúria, pelo menos não no meu caso; sçao tratos comuns na camaradagem regional.

Minha ex-mulher é mulata. O Pai dela (ele é negro mesmo), quando a conheci, disse-me algo ao que não soube responder nem comentar: "Minha filha leva uma surra se chegar aqui em casa de mãos dadas com um preto!".

Preconceito é um mal da alma, e sempre está diretamente relacionado ao grau de evolução de consciência das pessoas.

Abraços!

Prof. Adinalzir 23 de janeiro de 2011 21:56  

Passando para dizer que estamos com saudades de suas postagens em 2011. Por que parou amigo? Continue, pois você é fundamental na blogosfera. Um fraternal abraço!

Hugo de Oliveira 30 de janeiro de 2011 17:44  

Ainda bem que não esqueceu da minha pessoa...kkk...
Amigo espero que retorne logo, pois gosto de ler suas postagens.

um forte abraço de luz e paz.

Hugo

BLOG DO PROFEX 12 de fevereiro de 2011 14:54  

Era da informação, do marketing, do photoshop um mundo onde as aparências falam mais, mudam-se as moscas, pinta-se o cenário, aumenta a purpurina...mas tudo continua como antes!
Grande abraço, meu amigo!

Prof.: JOSÉ CARLOS 22 de fevereiro de 2011 19:06  

Vim conhecer seu espaço e gostei muito! Muito seleto e diversificado. Parabéns. A educação é a base do ser humano para sua vida em sociedade e para uma vida feliz. Também sou educador e vejo que nossa base holística é o caminho mais ameno a seguir, repleto de aprendizados diários.
Obs: Também virei seu seguidor.
Prof. José Carlos
http://projetosead.blogspot.com/

Marcelo Moraes 8 de março de 2011 21:54  

Pois é, há tantos outros. Aos mais baixos, como eu, é ter que ouvir tudo no diminutivo como forma "carinhosa" de ser lembrado. Enfim, mudam-se os nomes como disse.
Um abraço.

andreiaborba 15 de março de 2011 09:29  

Olá! Vim conhecer seu blog, gostei bastante e já estou acompanhando!

Quanto ao seu post, excelente!

É a coroação da hipocrisia da nossa sociedade...

Abraços, Déia

LILIANE 26 de abril de 2011 18:43  

Valdeir
olá querido...
como vai?
estou preocupada contigo, será que está tudo bem mesmo?
queria lhe perguntar.
estou com um trabalho na sala de aula sobre o preconceito e queria saber se posso apresentar para a professora este seu texto maravilhoso sobre o preconceito.
Te aguardo.
um abraço, boa semana.

Borboleteando 17 de julho de 2011 19:13  

Deficiência não é um objeto que se pode portar...Ou se tem ou não...
No Brasil é assim querem tornar as coisas mais bonitas e acabam encobrindo a realidade...

eliane s guimaraes 30 de dezembro de 2011 11:33  

A pior coisa do mundo é o preconceito.

Mas quer saber o que é mais pior ainda?

É quando o preconceito vem de sua própria família.

Senti, e sinto isso na pele.

É terrível.

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO