3 de abril de 2010

Acarajé com pão de queijo e outras ponderações

Acarajé com pão de queijo

A baiana Insinuante e a mineira Ricardo Eletro se uniram. Juntas, as duas serão a segunda maior cadeia de móveis e eletrodomésticos do Brasil. Anteriormente, elas concorriam não apenas nas vendas, mas também na categoria “comercial mais alarmista da TV”. Resta saber que reação essa mistura causará no estômago, ou melhor, no bolso do consumidor.


Machado no tabuleiro de liquidação

Há alguns dias, um livro de Machado de Assis estava na banca de liquidação do Hiper Bompreço. O preço era realmente bom e convidativo, mas parecia não despertar o interesse de quem passava por ali. Por sua vez, o CD de uma determination banda foi muito bem consultado (quem não comprou, ao menos ouviu gratuitamente). A propósito, parece que essation banda tem apenas uma música em seu repertório. Não se toca outra coisa; nem a Capitu suportaria isso.


Sobre o post “Meu pedido de Exoneração incomodou os detratores da Educação”

Conforme estatística do Google Analytcs, o post citado acima foi um dos mais acessados em quase dois anos de blog Ponderantes. Seria interessante que todos que o lessem também comentassem. Mas agradeço aos 32 leitores que deixaram suas opiniões construtivas. Foram palavras cordiais e incentivadoras. Não houve comentários depreciativos (e se houvesse eu não os publicaria). Obrigado a todos vocês.


19 comentários

Amigao 3 de abril de 2010 15:12  

A primeira vez que ouvi falar do Ricardo Eletro, eles ja estavam se fundindo.
Agora vem mais gritaria por ai durante os intervalos comerciais: Aproveite, só amanha...

Abração do amgao

HSLO 3 de abril de 2010 15:48  

Nossa....é coisa de louco viu.


abraços


Hugo

bruno paiva 3 de abril de 2010 16:00  

Pior que o rebolation tion tion é ter que ouvir essa música durante a madrugada em festa dos boyzinhos aqui no prédio. Ninguem dorme meu!

Blog legal!

Vanna 3 de abril de 2010 18:20  

Tenho um lema q só compro quando posso então, não adianta liquidação, preço baixo num momento d recessão pessoal. rs
Abraços, abençoada Páscoa.

Teresa 3 de abril de 2010 19:13  

Olá Valdeir
Fiz um post a propósito de um caso real que aconteceu com um professor português. Se lhe apetecer ir lá ver...
Bjs e boa Páscoa

nefasta 3 de abril de 2010 21:50  

É... Pobre de nós que temos de suportar essa musication super criativation, haha!
E pobre daqueles que ainda não sabem, porque não querem, como Capitu pode ser encantation, ops, encantadora. ;P

Só por comentar: acabei de reler Dom Casmurro! :)

Abraços!

LISON 4 de abril de 2010 10:33  

Que Post Fantástico!
AMIGO VALDEIR realmente é interessante a fusão dos dois grupos, análise que fica mais a cargo dos especialistas de plantão. A única coisa que se sabe antecipadamente é que, o consumidor deve barganhar nos preços sob pena de contrair uma profunda lisura.

Ver um clássico no tabuleiro para liquidação é de cortar o coração, à rebolation está no lugar certo, quanto ao post, “meu pedido de exoneração” deve ter incomodado e muito pseudos professores.

Ter o equilíbrio para administrar críticas devido a uma posição que incomodou a muitos, cuidar do bolso e tímpanos para suportar tudo isso é se preparar para ser discípulo do Buda de Kamakura.
Parabéns por mais um excelente post!
Feliz Páscoa para você e a família!
Abraços,
LISON.

digitaqueeuteleio 4 de abril de 2010 10:57  

Para mim, tortura maior não é ouvir rebolation da vida, mas SERÁ o povo "se matando" em "torcer" na Copa do Mundo. Este sim é um inferno para mim, pois a overdose não tem hora para acabar... Por outro lado, falando em "fusão" de empresas, a fusão da Siciliano com a Saraiva (ou vice-versa) achei positiva, pois tem padronizado o sistema e esteticamente está bem atraente. Difícil é passar por uma sem passar pelo caixa kkkkk

Aproveito para desejar uma Boa Páscoa para ti!
Abraço.
Marcelo.

brasildobem 4 de abril de 2010 11:56  

Querido amigo, vim desejar uma Feliz Páscoa pra vc. e família com muito carinho.
Quanto ao nosso ilustre Machado, ele é pra nós que acreditamos na verdadeira arte e banda "embromation" é para aqueles que curtem acontecimentos descartáveis.
Bjs
Janeisa

Weslley Almeida 4 de abril de 2010 12:48  

Valdeir,
I- Certamente esta "comida" vai causar indigestão no consumidor.
II-Gostei muito deste texto. É meu amigo... essa é a realidade culturation de nosso país. :{
III- Este tipo de atitude (professor pedir exoneração) não deveria ser um espanto nos dias de hoje mais. A tendência é cada vez aumentar.
Abraço!

Neto 4 de abril de 2010 14:24  

A maioria das empresas hoje para ganhar escala e se manterem em um mercado competitivo preferem fazer fusões. A união da Ricardo Eletro com a Insinuante já era até necessária uma vez que a Casas Bahia foi vendida ao grupo Pão de Açucar e se dimensionou. E a guerra comercial parece estar apenas começando... rs

Abraços Valdeir!

Elenáro 4 de abril de 2010 16:25  

Obrigado Valdeir. Certamente que terei mais oportunidades para aqui comentar e assim o farei.

Obrigado pela visita.

Uma boa semana.

Em@ 4 de abril de 2010 22:19  

Vladeir:
nós pensamos que só no nosso país é que acontecem estas desgraças.esquecemo-nos que afinal o mundo virou uma aldeia global e que mais cedo ou mais tarde as coisas más começasm a ser copiadas. antes nivelassem por cima, mas esta tendência humana de pisar o outro com o olho no lucro fácil será uma cruz que teremos de carregar.até quando???

Carlos Augusto Matos 4 de abril de 2010 22:33  

Bem, nunca comi Acarajé, e sou louco por pão de queijo... Fico na dúvida de como seria essa mistura...kkkkkkkkkkkkkkk...

Sobre o Machado... Demais...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Muito bom...

Abração...

Daniel Moraes 5 de abril de 2010 00:09  

Nessa atual conjutura neoliberal, os caras mau se estabelecem e já etão fundindo as empresas. Tem texto novo no Sub Mundo. Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

Carlos Augusto Matos 6 de abril de 2010 00:37  

Ah, me ajuda a escolher um lugar pra viajar, postei uma enquete com as opções dos lugares na coluna ao lado direito do meu blog, logo acima... A escolha de vcs será o meu destino...Ta bom?

Obrigadoooooo...

Juninho Santos 6 de abril de 2010 17:56  

Resta saber o que isso vai causar no nosso bolso...

Cleriton Pandini 8 de abril de 2010 21:17  

Esse é o tipo de coisa que vem acontecendo há alguns anos, claro, para uma tentativa de "monopólio" de tal mercado. Já aconteceu isso com empresas de telefonia, bancos, etc. Se duas "viraram" uma, isso é bom! Teremos menos comerciais...

Daniel Savio 29 de abril de 2010 21:25  

Cara, não tem um ditado senão pode vence-los, se junte a eles?

Fique com Deus, menino Valdeir Almeida.
Um abraço.

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO