17 de março de 2010

Alma Gêmea: o reflexo do amor


A frase “O amor é lindo” não é clichê de floricultura. Quem está disponível para amar sabe dos benefícios desse sentimento. Contudo, há quem transforme o amor em um objeto para compensar as próprias perdas.


A situação acima revela o conceito deturpado de “alma gêmea”. Se é gêmea, é porque existe outra. São duas almas. Duas pessoas possuidoras de personalidade, experiência e pensamento próprios que precisam ser preservados. O fato de ser gêmea, portanto, não anula a individualidade (que é diferente de individualismo).

A respeito disso, veja o que ensina a poesia Amai-vos, de Gibran Kahlil:

Amai-vos um ao outro,
mas não façais do amor um grilhão.
Que haja, antes, um mar ondulante
entre as praias de vossa alma.

Enchei a taça um do outro,
mas não bebais da mesma taça.
Dai do vosso pão um ao outro,
mas não comais do mesmo pedaço.

Cantai e dançai juntos, e sede alegres, [...]

Veja na sua alma gêmea o reflexo de um amor comum e não o espelho de si mesmo.


Imagens: Stock photo

20 comentários

Daniel Savio 17 de março de 2010 09:45  

Cara, alma gêmea é um estado e não um acaso (num momento não romantico)...

Fique com Deus, menino Valdeir.
Um abraço

Diego Borges 17 de março de 2010 12:07  

Bem eu não acredito em alma gêmea , pelo menos não no contexto realmente empregado da palavra mas acredito que realmente algumas pessoas jugam o amor como uma prisão sendo que o amor é quem liberta já que ele da a pessoa a escolha de querê-lo ou não, de vive-lo eu o deixar passar, se não for assim então nassa do famoso fogo de palha chamado paixão.
um abraço Amigo Valdeir !!!! :)

Junior Silva 17 de março de 2010 12:17  

Olá Valdeir

Eu acho que mais difícil do que definir alma gêmea, é identificar e viver esse sentimento. Acho isso natural, mas o que não se pode fazer é banalizar o amor. Dizer que ama virou rotina, mas na prática muitos não fazem jus aos votos...

Abraços, amigo!

brasildobem 17 de março de 2010 13:19  

Não sou favorável a esta expressão "alma gêmea" não, para mim se o amor fôsse como eu seria tão sem graça, ou seja, tem qu ser diferente para equilibrar as qualidades e dinamizar a relação.
Bjs
Janeisa

Vanessa 17 de março de 2010 14:08  

Também não sei se acredito em alma gêmea mas que seu post tá super romantico hoje, isso tá :-)


abraço

Lelli Ramz 17 de março de 2010 14:50  

VEm encher minhas taças

bebemos juntos.. bebemos uma ao outro

amo

e amo


mto

bjinhus

Lelli

Wanderley Elian Lima 17 de março de 2010 16:40  

O respeito a individualidade do outro, é fundamental para sobrevivência do amor.
Grande abraço

Weslley Almeida 17 de março de 2010 18:46  

Todo mundo procura alguém que se encaixe consigo nos mínimos detalhes. Quando isso acontece - reciprocamente - podemos dizer: é minha alma gêmea.

Lugirão 17 de março de 2010 20:05  

Todos procuramos nossa alma gemea e nesse não uma igual, mas aquela que vai completar, como se fosse um quebra-cabeça e fosse a peça que faltava.

O difícil é encontrar e se encontrar , reconhecer que é o que faltava na sua vida.

Gosto dos escritos de Gibran.

Bjos

Renato Orlandi 17 de março de 2010 20:38  

Aah, adorei a citação, esse eh um assunto tão delicado, porque as pessoas confundem facilmente isso de "alma gemea", e se esquecem que 1+1 deve ser 2, que somos 2 inteiros e blablabla... mas gostei da sua interpretação, amor em comum, sim, é uma forma aceitável de se dizer "alma gemea"! :D Abraço!

Daniel 17 de março de 2010 21:38  

Há pessoas que pensam que o ser amado é um objeto, que é nulo aos seus próprios desejos e ambições. Acredito que amar é construir algo juntos, ter objetivos e metas comuns e dividir o mel e o fel da vida. Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

Neto 18 de março de 2010 18:13  

Em relação ao sentimento do amor, faço minhas as palavras do Daniel. Ele disse tudo o que eu iria dizer. Quanto ao conceito de "alma gêmea", para mim, é interessante quando é partilhar, ter empatia, e a mesma semelhança de ideias com a pessoa, a mesma reciprocidade. Alma gêmea eu vejo (e nutro) como aquela pessoa que nos aceita e quer bem, com nossas virtudes e defeitos.

Abraços Valdeir! - Muito bonita a poesia de Gibran!

Elisa 18 de março de 2010 19:49  

Amo Gibran. Ele tem textos que revigora nossos sentimentos rs

Prof. Valdeir, muito bom chegar aqui e encontrar este texto falando sobre o amor e almas gêmeas. Bom porque, principalmente nos dias de hoje, falar de amor parece cliché, e porque a TV o está transformando em algo banal. Está acabando com o amor em família, e o tornando algo descartável e inútil. Sei disso porque convivo diariamente com esta rotina. Nas salas de aula, os alunos só querem falar do que veem na TV, e na verdade não é nada bom.

Perdem-se os laços afetivos e o romance em troca da exposição de corpos e da mediocridade. Parabéns pelo seu tema e pelo texto, professor.

Bjos

Prof. Adinalzir 18 de março de 2010 20:11  

Amigo Valdeir

Num mundo cada vez mais pobre de laços afetivos. Sempre é muito importante falar de amor. Meus parabéns pelo texto!

Lelli Ramz 19 de março de 2010 08:03  

Oi lindo.. eu já tinha lido!

rsrs

às vezes pensamos parecido... mesmo com anos de diferença, aquele foi escrito por Edson MArques alguns anos atras...

bjinhus

Lelli

Catarino 19 de março de 2010 21:29  

O amor egoísta não dá certo é preciso preservar a individualidade mesmo. Muito bom.

Rafael Silveira 19 de março de 2010 22:50  

Já dizia o ditado: "Os opostos se atraem"...

Conforme a poesia mencionada, amar uma pessoa que em quase tudo é igual a você exige cautela....

Grande post!

Abraço mano! Sucesso!

E.Suruba 19 de março de 2010 23:54  

cara! eu acredito

Wilson 20 de março de 2010 11:31  

Valdeir,

Tudo bem amigo?

Nossa! Gostei da citação e concordo quando diz que: "há quem transforme o amor em um objeto para compensar as próprias perdas".

"Amar é mudar a alma de casa." (Mario Quintana)

"Amar é comprazer-se na perfeição." (José de Alencar)

Abraços,
Tenha um belíssimo final de semana.

nefasta 25 de março de 2010 20:28  

Bem... Acho que se fantasia demais o amor. Por mais que seja um sentimento sublime por si mesmo, não é a unica coisa que pode nos fazer feliz. Talvez seja por isso que muitos deixam de viver com alguém para viver por esse alguém. Depositar a sua felicidade exclusivamente em uma pessoa, pode ser uma cilada.

Mais um texto ótimo. :)

Abraços!

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO