4 de outubro de 2009

Havaianização e Não-Ferrarização


Estão havaianizando a classe alta. Mas a classe alta havaianizada não ferrariza as outras classes.


Isso não é nenhuma surpresa. Afinal, pé de gente comum não dirige carro de bacana, e pé de rico não pisa em mercado popular, embora lá se encontrem lindas sandálias.

Imagem: Stock photo

17 comentários

@philipsouza 4 de outubro de 2009 12:16  

Acredito que nos somos iguais com direitos iguais absurdo isso que fazem...

abraçao

Alma inquieta 4 de outubro de 2009 13:35  

Pois é Valdeir...,

somos todos iguais..., só que uns mais iguais do que outros!
Mas conheço uma pessoa que dirige vários carros bacanas e que paga 2.500€ (500 contos na moeda portuguesa antiga) para participar numa prova durante 30 minutos... e é a pessoa mais infeliz que eu conheço...!
Portanto, dinheiro não traz felicidade!

Um beijo de Portugal!

Marise von 4 de outubro de 2009 16:37  

Valdeir

Pessoas que realmente são de classe alta e trabalharam muito e ainda trabalham, são pessoas muito simples.
O problema está no novo rico, aquele que quer aparecer.
Aquele que vive de aparência e que precisa mostrar para os outros, o que tem e o que aparenta ter.
Não deixo minhas havainas por nada...( meu marido odeia - falo pra ele: me conheceu de havaianas e vai ser assim até o fim dos meus dias).
Eu sou o que sou, e penso que havainas seja qualquer for a classe ( para mim não faz diferença "a classe", o que difere é a pessoa, o seu caráter) não muda nada... seremos sempre o que somos, nem mais e nem menos.

Abraços,
Marise.

Juliano 4 de outubro de 2009 21:58  

Pessoas tão iguais, com conceitos tão diferentes né.!

Abraços Valdeir.!

E ótima semana para você.

Elaine dos Santos 5 de outubro de 2009 19:42  

Adorei, uma perspectiva inusitada, mas muito inteligente! :)

jamesp. 5 de outubro de 2009 21:32  

Gostei do jogo de idéias,valdeir´perfeito e a cara do brasil de certa forma.Parabéns pelo post.Um abraço.

E.Suruba 5 de outubro de 2009 22:05  

nossa! gostei! protesto inteligente!

Weslley 6 de outubro de 2009 10:06  

Caro, Val

Sempre com a "pena" afiada...!
As Havaianas - empresa - quer lucrar também no meio da classe média alta e dos ricos. Ou seja quer enricar ainda mais. E esse dinheiro (como de praxe aontece no sistema capitalista) ficará nas mãos de poucos, enquanto muitos... ficarão descalços.

Weslley

Victor S. Gomez 6 de outubro de 2009 19:54  

Com isso as sandalias havaianas vão ficando mais caras. Abraços

Neto 6 de outubro de 2009 21:09  

Sabe Valdeir!...

Esta é uma coisa que eu abomino. Este negócio de divisão de classes (embora sabendo que existe no Brasil) não creio que seja algo benéfico para o espírito de ninguem. As pessoas 'materialistas' pensam apenas no poder (e poder para elas significa ter) e não pensam no ser humano. A meu ver, é algo totalmente fora do conceito bíblico.

Mas claro que isto representa apenas uma opinião (a minha opinião). Quem quiser pensar, que pense diferente. Eu só achouma bobagem quem se enxerga assim: pequeno ou grande em alguma coisa. Grande mesmo, pra mim, só Deus.

Abraços

Luma Rosa 6 de outubro de 2009 22:18  

No final, todo mundo vai morrer sem havaianas ou ferraris!

:) Tô brincando!!

Uso a sandália somente para ir à praia e tiro rapidinho! Tenho alergia à borracha. Tenho uma coleção, porque sério! Agora é brinde nos eventos! Uma pena que não dão ferraris!

Beijus,

Mônica 7 de outubro de 2009 10:06  

Como que faz para participar do evento do dia dos professores?
meu email
monicaagpaiva@gmail.com

Nina 7 de outubro de 2009 10:18  

Valdeir, eu lembro de um tempo que usar havaiana era atestado puro de pobreza, vc lembra né?? Menino, ai de quem saisse de havaianas por ai... :)

Querido, outro dia vc comentou sobre uma blogagem coletiva, dos professores, obrigada pelo convite, fico honrada, mas o meu tempo pra net tá MUITO curto,eu to fazendo um curso,nao to arrumando tempo nem mesmo pra atualizar mt bem os blogs... vc me desculpa???

Um abraco

Valdeir Almeida 7 de outubro de 2009 10:23  

Nina,

Nem há o que pedir desculpas. A amizade virtual continua independentemente da blogagem coletiva.

Abraços.

Luna Gandra # 7 de outubro de 2009 20:43  

Adorei !
Havaianas hoje em dia também é coisa de rico, coisa de pobre é Havanas. ¬¬'

Mônica 8 de outubro de 2009 08:19  

Obrigada pela sua atenção. Entendi. Vou colocar dia 15 um texto.
Gostei muito do seu blog.
Estou indo fazer um pequeno passeio do dia 20 até dia 30. Na volta vou ler seus textos.
Um frase daquele tamaninho e dá no que falar!
Com certeza é um grande escritor!
Com carinho Monica

Valdeir Almeida 8 de outubro de 2009 08:50  

Mônica,

Muito obrigado por você gostar dos meus textos.
Fique à vontade por aqui.

Bom passeio.

Abraços.

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO