1 de março de 2009

O poder da releitura


Um cheiro e um gosto podem fazer velhas lembranças virem à tona. Do mesmo modo, a releitura de um livro tem a capacidade de revelar momentos marcantes.


Após participar da Blogagem Coletiva O Livro da Minha Vida, não resisti e reli “A Montanha Encantada”. Adquiri esta obra há pouco mais de 20 anos, quando eu ainda era criança; mas agora percebo que ela ainda está presente em minha vida.

Durante a releitura, foram ressurgindo alguns momentos e emoções vividos no mesmo período da primeira leitura. Não se trata apenas de sentir o que a história provocou em mim na época, mas também de algumas situações que protagonizei enquanto a acompanhava.

Por exemplo, houve vezes em que meus amigos me chamavam para brincar justamente quando eu estava começando a ler o desfecho de um capítulo. Em outros momentos, a leitura ocorria num ambiente em que as pessoas conversavam. Tanto as cobranças dos amigos como algumas dessas conversas foram rememoradas quando reli o livro.

Eis aí mais uma função da leitura. Ela descortina o mundo diante de nós, mas é capaz também de “ressuscitar” aquilo que nosso mundo foi no passado.



15 comentários

miluzcintila 1 de março de 2009 23:49  

Realmente, ler é reviver em todos os sentidos... e a gente também lembra de como agente era naquela época!
Achei seu blog dez!

lugirão 2 de março de 2009 08:50  

Valdeir, estou sempre relendo os livros que gosto, e sempre vejo algo novo, dependendo do momento em que se vive, damos uma interpretação diferente do que se lê.

Tem um presente para você no Voz.

Boa semana, bjos.

J. Neto 2 de março de 2009 10:47  

Concordo plenamente.

Ler é um dos meus hábitos preferidos, não só como um hobby, mas como uma viagem maravilhosa por dentro das emoções.

Abraços

Vanessa 2 de março de 2009 11:08  

Que coisa boa , hein, Valdeir. Vc disse tudo. E aguarde que vem mais uma coletiva por aí.

abraço

Cristiane Marino 2 de março de 2009 18:32  

Que lindo Valdeir! Isso acontece comigo também, é tão maravilhoso, uma verdadeira viagem pelos nossos sentidos. Lembramos de algo que ouvimos quando estávamos lendo aquele capitulo, algo que sentimos, vimos coisas que talvez jamais nos lembraríamos. Sensação incrível essa!

abraços

Espera em Deus 2 de março de 2009 21:07  

Ler é realmente muito bom!
Gosto muito de mergulhar nesse mundo...
=)

Francisco Castro 3 de março de 2009 07:58  

Olá, a leitura tem diversas funções entre as quais a de revelar pensamentos ocorridos antes.

No caso da releitura, se a leitura anterior, ou as anteriores, ocorreu há muito tempo, certamente, trará muitas coisas na nossa mente. Nos faz recordar dos acontecimentos que nos cercavam naquele momento. A leitura é caracterizada como uma renovação e uma revivência em nossas vidas.

Abraços

Francisco Castro

Georgia 3 de março de 2009 10:21  

Valdeir, agora vc tb me deixou cheia de saudades por ler este livro. Vou ver se dou uma providenciada...mas é verdade desde essa blogagem passamos todos pelo visto a pensar nos livros que lemos e que nos deixou saudades.

Abracos

lugirão 11 de março de 2009 06:56  

Valdeir passando para fazer uma releitura do teu post.

Beijos

Ryan 11 de março de 2009 16:25  

Até pesso desculpar por ser tão suscinto em meu comentário! Mas estou dentro de um turbilhão de papéis no momento e um pouco sem tempo para aprimorar ele... Mas li o seu texto e apenas a idéia que a palavra lembrança me trouxe, forte demais!

Posso te adicionar?
Abraços!

Valdeir Almeida 11 de março de 2009 16:45  

Ryan,

É claro que você pode me adicionar. Para mim será um prazer.

Eu já te adicionei. Agora faço parte dos seus seguidores.

Um abraço.

blogdocatarino.com 11 de março de 2009 17:31  

Ler é muito bom, reler também, realmente ativamos a memória.

Lomyne 17 de março de 2009 21:35  

Nossa, esse post me lembrou de toda a coleção do Cachorrinho Samba! Até mesmo porque ainda hoje procuro uma coisa de que um dos livros fala: uma das meninas ganha um vestido da cor do sonho... mas não lembro com certeza se é na montanha mágica ou na minha de ouro...

Acho que vou ter que reler, mesmo...

18 de março de 2009 17:03  

Muito bom é o hábito de ler e, reler sem os atropelos da primeira vez, melhor ainda. Realmente a leitura amadurece conosco, hoje leio algumas coisas com outros olhos, diferente as li na adolescência, por exemplo. Não à toa que "quem lê sabe mais" e posso supor que quem relê sabe mais ainda (e melhor que antes).Bjins e até!

Glaucia 20 de março de 2009 12:07  

Olha só! A montanha encantada foi o primeiro livro que eu li na minha vida \o/

Também nunca esqueci...você me deu uma ótima ideia: releitura!

Obrigada =)

Abraços.

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Membros

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO