2 de fevereiro de 2009

A Lição dos Primeiros Assentos

As parábolas bíblicas são uma rica fonte de inspiração para escritores, independentemente do credo religioso. Entre essas parábolas está a dos “Primeiros Assentos”*, a qual parafrasearei:


Jesus sugeriu que quando alguém fosse convidado a uma festa, evitasse sentar nos primeiros lugares. Pois poderia vir o anfitrião e dizer: “Levante-se; este lugar está reservado para uma pessoa especial. Sente-se naquela outra cadeira”. Então, o convidado sairia dali humilhado.
Portanto, o melhor assento de uma festa seria aquele menos importante. Desse modo, o anfitrião se dirigiria ao convidado, sugerindo-lhe que sentasse num lugar de honra; ou seja, o exaltaria.

Essa parábola inspirou-me a escrever este pequeno texto:

Há pessoas que têm magníficos dons, mas não os colocam em prática. Além disso, fazem alardes sobre as próprias qualidades. Entretanto, ninguém acredita, pois tais dons não são vistos concretamente.
Pessoas assim, além de estarem desperdiçando talentos, são constantemente expostas ao escárnio.
Em muitas situações, o mais prudente é evitar a autopromoção por palavras, visto que quem possui talento e obstinação tem na boca alheia a mais eficiente das propagandas.

*(Bíblia Sagrada, Lucas. 14.7-10)

13 comentários

João Alberto 3 de fevereiro de 2009 07:26  

O talento é sempre visto sem a necessidade de alarde. Ótimo texto.

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 07:41  

Obrigado, João.

Desejo-lhe um ótimo dia.

Anônimo 3 de fevereiro de 2009 08:28  

Muito bom texto, vamos exercer mais nossos dons e frear nossa lingua...
Blog do Antunes

blogdocatarino.com 3 de fevereiro de 2009 08:42  

Realmente se temos algum talento, com o tempo, teremos o reconhecimento e nos colocarão no lugar certo, como diz a parábola.
Não adianta tentar impor aos outros.

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 08:47  

Olá, "Anônimo".

Concordo com você. Exerçamos os nossos dons e, assim, seremos reconhecidos por eles e não pelo que falamos.

Abraços

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 08:50  

É verdade, Catarino,

O reconhecimento é resultado do que fazemos e não do que falamos.

Abraços.

Vanessa 3 de fevereiro de 2009 14:02  

Post sábio este. De utilidade pública!

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 16:18  

Obrigado, Vanessa,

Abração!!!

Rubia 3 de fevereiro de 2009 17:04  

Nossa, Valdo!! Que texto maravilhoso! Vou utilizá-lo no meu dia a dia e tentar repassá-lo ao demais, pois grandes são as coisas que anunciamos e pequenas nossas verdadeiras realizações. Beijossss

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 18:07  

Rúbia,

Mais uma vez, obrigado por ler meu blog e comentar.

Beijão!!

Betinha 3 de fevereiro de 2009 18:46  

Olá Valdeir tudo bem?
Sábias palavras de Jesus cristo,de fácil compreensão...

Falar menos e executar mais, não é assim Valdeir?
Abraço.

Valdeir Almeida 3 de fevereiro de 2009 19:31  

Olá, Betinha,

Pois é, essa palavra de Cristo é sábia mesmo. E a gente pode aplicá-la em nosso cotidiano

Abraços

LISON 4 de maio de 2010 20:44  

QUE POST FANTÁSTICO!
AMIGO VALDEIR
Eis um manual de boas maneiras e alem de tudo um tributo ao sábio que como poucos sabe se colocar no seu lugar.
Parabéns por mais um excelente post!
Abraços,
LISON.

Postar um comentário

Blogs Indispensáveis

Vale a Pena Clicar

Creative Commons License
O Blog Ponderantes está licenciado sob uma licença Creative Commons.

© Ponderantes 2008-2012 Todos os Direitos Reservados | Início |Créditos

Voltar ao TOPO